Traduzir

domingo, 9 de agosto de 2015

Colchão e almofada ideais

Em 50 anos de vida, se só dormirmos 7 horas por dia, passamos mais de 14 anos a dormir...

Esta constatação faz-nos refletir na importância de estarmos confortáveis durante o período do dia em que passamos a dormir, ou em que estamos simplesmente deitados, dada a impressionante quantidade de tempo que ao longo da vida passamos a dormir.

Não será importante o colchão e a almofada sobre os quais nos deitamos?

A resposta é obviamente sim.

O que já não é tão óbvio é o colchão e a almofada que devemos usar. Isto porque não existem colchões e almofadas que sejam modelos ideais para todas as pessoas.

Aqueles que podem ser indicados para uma pessoa, podem não servir para outra.

A escolha do colchão e da almofada devem levar em conta a posição ideal para a pessoa dormir e, novamente, essa posição não é universal para todos. 

A posição ideal é a posição em que a coluna vertebral se mantem alinhada, sem haver qualquer tipo de pressões sobre as vértebras e sobre as estruturas em volta. Mas o que acontece é que a grande maioria das pessoas tem alterações na coluna vertebral, ou seja, têm a coluna vertebral torta, e assim sendo, a posição ideal para dormir não vai ser aquela que alinha a coluna, é sim a posição em que mantem a coluna vertebral na sua forma habitual. 

A forma da coluna vertebral é definida pelas suas curvaturas. A coluna vertebral tem 3 curvaturas fisiológicas: a nível cervical, a nível dorsal, e a nível lombar. Estas 3 curvaturas podem estar exageradas, diminuídas, ou equilibradas. Além destas 3 curvaturas, podem existir ainda curvaturas laterais, apelidadas como Escoliose.


De acordo com a forma em que está a coluna, existirá uma posição mais indicada para dormir, e eu defendo que essa posição é sempre a posição em que a pessoa está mais confortável. Isto porque se a pessoa não está numa posição confortável não vai conseguir descansar satisfatoriamente, e não é por forçar posições desconfortáveis que resolverá as alterações na coluna vertebral. Além de que essas alterações se podem agravar mais não havendo um descanso adequado.

Agora quando a pessoa tem a coluna vertebral, minimamente, sem alterações, aí sim poderemos já falar na existência de posições ideais para dormir, contudo é mais um tema que não reúne consenso. 

Pessoalmente acredito que a melhor posição para uma pessoa saudável dormir é de barriga para cima, podendo colocar um apoio por baixo dos joelhos, e uma almofada baixa centrada na nuca. Volto a referir que esta posição é para uma pessoa saudável.

Se a pessoa sendo saudável, optar por dormir em outra qualquer posição, o que recomendo é que não durma sempre na mesma posição, altere de forma a não se habituar a dormir apenas nessa posição. Pois a posição de dormir, ao ser forçada, dificilmente corrige a estrutura, mas o inverso é possível, a posição de dormir pode ser causa de dores e de disfunções na estrutura. Por exemplo, se dormir de lado, não durma sempre para o mesmo lado.

A posição em que a pessoa deve dormir vai definir o colchão e almofada a usar, pois de acordo com a acentuação das curvaturas da coluna, dar-se-à melhor num colchão mole ou duro, numa almofada alta ou baixa.

Existem outros parâmetros que a pessoa deve levar em conta quando escolhe um colchão, nomeadamente o peso e a altura da pessoa, durabilidade do colchão, temperatura, alergias, etc...

Existem diferentes tipos de materiais, não vou mencionar nenhum, pois conforme já referi não é possível determinar o ideal para todos, o que deve ser levado em conta é o conforto que se sente ao se estar deitado.

As alterações da coluna vertebral devem ser tratadas por profissionais de saúde, não vai ser a troca de um colchão ou de uma almofada que vai corrigir problemas na estrutura, é verdade que pode ajudar a melhorar, mas só por si não resolve o problema.

Outro aspeto interessante é que à medida que a pessoa vai corrigindo os desiquilíbrios que tem na coluna, consegue ir alterando a posição em que dorme, enquanto antes só conseguia dormir em determinada posição, passa a conseguir dormir em outras posições, podendo também dormir com outras almofadas e colchões. 

Isto é a prova de que, a posição, o colchão, e a almofada, não são os aspetos mais importante para o nosso descanso, o mais importante é a forma como temos a nossa coluna vertebral.

Por isso recomendo que antes de adquirir qualquer colchão ou almofada devido a qualquer tipo de dor ou perturbação, deve consultar um osteopata, para saber se isso é realmente a causa do problema, e se há algo que deva ser corrigido a nível estrutural.